Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Acordos de assistência técnica do Incra-PI prevêm aplicação de até R$ 54 milhões


Publicado dia 02/12/2016

 

O superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Piauí, Howzembergson de Brito Lima, e o governador do Estado, Wellington Dias, assinaram, no último dia 28 de novembro, termo de cooperação que prevê a prestação de serviços de assessoria técnica às famílias assentadas da reforma agrária em nove municípios piauienses.

No acordo assinado está previsto que o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater-PI) vai prestar assessoria técnica para que famílias de 75 assentamentos do Incra no estado tenham acesso a créditos do Programa Nacional de Reforma Agraria (PNRA).

Pelas regras do PNRA, para receber os recursos do Programa de Crédito Instalação, a família deve estar capacitada para a execução dos recursos. Serão aproximadamente 2.500 famílias que vão receber a modalidade fomento e 2.032 mulheres que estarão aptas ao benefício específico. São R$ 20 milhões previstos para os beneficiários da modalidade fomento e R$ 10 milhões para as famílias aptas a receberem o crédito fomento mulher.

Ao todo, nove municípios do território Entre Rios serão contemplados pelo acordo do Incra com o Governo do Estado do Piauí: Demerval Lobão, Curralinhos, Palmeirais, Monsenhor Gil, Nazária, Teresina, União, Cabeceiras e Amarante.

Cooperação com prefeituras

Além do documento assinado com a Emater-PI, este ano o Incra-PI também assinou termos de cooperação técnica com as prefeituras municipais. As prefeituras vão garantir a assistência técnica nos assentamentos localizados em seus municípios, o que possibilitará a liberação de até R$ 23,9 milhões para as famílias assentadas nos municípios conveniados até o momento: Alvorada do Gurguéia, Colônia do Gurguéia, José de Freitas, Sigefredo Pacheco, Altos e Miguel Alves.

A assistência técnica é requisito necessário para o Incra liberar o Crédito Instalação na modalidade Fomento (Valor de R$ 6,4 mil por família) e Fomento Mulher (Valor de R$ 3 mil por família). Os investimentos vão contribuir com a produção e comercialização dos produtos da reforma agrária.

Para o superintendente do Incra no Piauí, Howzembergson de Brito Lima , é uma satisfação para o órgão criar um caminho que contribua para a autonomia e o bom atendimento das demandas dos trabalhadores. “O objetivo é prestar serviços aos trabalhadores rurais, dando a alternativa necessária com a geração de renda para suas famílias no meio rural, além de facilitar o acesso a outras políticas públicas”, enfatizou.

Segundo a chefe da Divisão de Desenvolvimento do Incra-PI, Weline Borges, “a intenção do órgão é universalizar a assistência técnica em todos os municípios onde existem projetos de assentamentos, atuando tanto na produção como na geração de renda”, frisou.

Crédito Instalação

Fomento: voltado à viabilização de projetos produtivos de promoção da segurança alimentar e nutricional, além de estímulo da geração de trabalho e renda, no valor de até R$ 6,4 mil por família assentada, divididos em duas operações de até R$ 3,2 mil;

Fomento Mulher: voltado à implantação de projeto produtivo sob responsabilidade da mulher titular do lote, novalor de até R$ 3 mil, em operação única, por família assentada.

 

Assessoria de Comunicação Social do Incra/PI
(86) 3222-1553/3223-5860/ Fax: 3222-1827
comunicacao.social@tsa.incra.gov.br 
Twitter: @incrapiaui
www.incra.gov.br/pi

Ir para o Topo